Bolsonaro processará todos que o ameaçarem de morte ou mentirem na mídia

Bolsonaro processará todos que o ameaçarem de morte ou mentirem na mídia

Bolsonaro processará os que o ameaçarem de morte

“Bolsonaro processará todos que o ameaçarem”. Parece que Bolsonaro passará a seguir o que Olavo de Carvalho e muitos de seus seguidores lhe orientam nas redes sociais: cobrar judicialmente quem o ameaça de morte ou produz “fake news” (notícias falsas) na mídia. Muitas destas ditas “fake news” podem ser encaradas como crimes de injúria ou difamação.

Enquanto partidos de esquerda judicializam contra todas as ações do governo, a direita vinha se ocupando em se defender, apenas. Bem, isso parece que está mudando. Diversos são os Deputados de Direita que passaram a judicializar contra Deputados e Senadores de esquerda.

O Governo atual passa mais tempo e energia defendendo-se de acusações do que trabalhando para colocar suas necessidades em pauta no Congresso Nacional ou pautar a mídia. Ou seja, quem acabava ditando a pauta da direita era a mídia de esquerda, em especial os grandes veículos de comunicação.

A nomeação do novo Ministro das Comunicações, Dep. Fábio Faria, veio para tentar mudar isso. Entretanto, o alcance dos vídeos e postagens da SECOM é muito menor que os atingidos pelos grandes veículos de comunicação. Nesta guerra de informação, mesmo com o apoio de milhões de apoiadores e de mídias independentes como a Candangada, o público sem acesso à internet geralmente não é atingido.

Além do confronto da informação, entende-se que há a necessidade do confronto jurídico. Por ações de deputadores opositores foi iniciada a CPMI das Fake News com uma narrativa de perseguição, segundo a direita, de blogs e mídias conservadoras.

O temor, para alguns direitistas, é que o judiciário e o Ministério Público estaria aparelhado com maioria esquerdista, o que pode provocar a perda das ações e a desmoralização dos mesmos.

Advogada de Bolsonaro processará autores de fake news

A advogada Karina Kufa, advogada do presidente Jair Bolsonaro, anunciou que começará a processar autores de fake news ligadas à sites de esquerda. Karina informou que já tem dois gigas de materiais recolhidos da internet que usará para uma pilha de ações na justiça.

Entre vítimas de notícias falsas, Karina cita que leu matérias que diriam que ela participaria de movimentos pró-aborto ou que ela havia se filiado ao PSOL.

O levantamento destas notícias atinge períodos anteriores à eleição, segundo ela.

Karina Kufa trabalha na defesa do presidente Jair Bolsonaro em ações contra ele que correm no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), além de ser a tesoureira do partido Aliança pelo Brasil. Recentemente, ganhou a ação que buscava invalidar a chapa de Bolsonaro no TSE por conta da invasão, por 24h, de um grupo contra Bolsonaro no Facebook.

Processo contra quem ameaça Bolsonaro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *